Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Como reter talentos na organização: 5 dicas práticas

Neste post, baseado no nosso Enzimas 163 – Mais que reter, é necessário manter, fizemos uma análise sobre a importância de motivar e engajar sua equipe de trabalho. Se você quer saber como reter talentos na organização e não se preocupar com evasão, continue lendo.

Sabemos que, cada vez mais, a parte financeira não é o único critério que mantém um funcionário em seu emprego. Eles procuram hoje em dia por reconhecimento, participação e sentimento de pertencimento.

A boa notícia é que não é difícil aplicar isso na sua empresa e nem é um bicho de sete cabeças. Porém, é algo que deve fazer parte da cultura, fazendo com que o funcionário tenha uma boa experiência dia a dia.

Nas próximas linhas, você vai aprender a como manter seus funcionários engajados, o que a longo prazo te dará vários ganhos. Por exemplo, uma rede de funcionários motivados e felizes com o que fazem, diminuição da taxa de evasão, além da geração de valor para os clientes.

1- Você está se preocupando com o básico?

Aprenda a como reter talentos na organização

Em primeiro lugar, é importante ressaltar que não existe fórmula mágica e o óbvio ainda precisa ser dito: sua empresa está fazendo o básico?

Isso envolve boas condições de trabalho, remuneração justa, benefícios adequados e boa convivência. Só isso já te coloca na frente de muitas outras organizações.

Após observar esses pontos, podemos passar para a próxima fase que, provavelmente, é uma das mais importantes na jornada de retenção: enxergar o colaborador.

2- Como você está enxergando seus colaboradores?

Isso quer dizer que, seu liderado não quer ser visto como um mero ‘fazedor’, mas sim, se sentir parte daquele grupo. Já dizia Mary Fowler: “o ser humano não pode ser reduzido a esquemas mecanicistas de organização”.

Ou seja, precisamos cada vez mais ter um olhar humanizado quando olhamos para os nossos colaboradores. Nesse sentido, entenda que eles não são apenas peças de uma máquina.

As pessoas, atualmente, procuram mais que um salário alto ou de apenas operacionalizar uma tarefa.

Leia também: Não se engane, boas lideranças retêm talentos

3- Como deixar um funcionário se sentindo realizado?

Acima de tudo, as pessoas querem se sentir realizadas, se encontrar no que fazem, se enxergar naquele trabalho, além de serem reconhecidas por isso.

Por isso, os momentos de reflexão promovidos pela empresa, juntamente com o colaborador, contribuem para os seus direcionamentos.

Assim, eles podem encontrar áreas, funções e tarefas que se identificam. Desse modo, eles verão sentido no que fazem e continuarão engajados em suas responsabilidades.

4- Seus valores estão alinhados com o dos colaboradores?

Quando falamos em “se encontrar no que faz”, estamos falando de valores. Ou seja, quando a pessoa se encontra em contextos e condições que tem a ver com os seus valores, tendem a se motivar com o trabalho.

Como resultado, elas vão ver que tem um futuro ali e vão considerar construir uma trajetória duradoura, já que verá os valores que acredita sendo colocados em prática.

5- A cultura faz diferença

Sempre batemos na tecla da importância da cultura para a maioria dos problemas que surgem na jornada das organizações e aqui, não é diferente.

Ter uma cultura forte vai atrair naturalmente pessoas que compartilham dos mesmos sentimentos. Várias pesquisas apontam que as novas gerações de trabalhadores se preocupam com a diferença que estão fazendo.

Conclusão: como reter talentos na organização?

Enfim, o foco das organizações, mais do que nunca, deve ser na cultura, valores e estrutura. Afinal, isso tudo é essencial para se construir um ambiente que atrai talentos e, mais que isso: que mantém.

Afinal, talentos são pessoas que gostam e se envolvem naquilo que fazem. Tenha-os como prioridade e você também será importante para eles.

Para mais insights ágeis de fácil aplicação no seu negócio, acompanhe Os Agilistas nas principais redes sociais.